A Stuttgart Sportcar, importadora oficial da Porsche, está trazendo para o Brasil as primeiras unidades do Porsche Cayenne Turbo equipadas com motor de 500 cv de potência. O motor mais potente é acompanhado por aperfeiçoamentos nos freios e adaptações no sistema de suspensão. Trata-se de uma opção para quem deseja ainda mais potência no Cayenne Turbo, que continua sendo vendido normalmente com 450 cv.

ja832.jpgO Cayenne Turbo com 500 cv pode chegar a 270 km/h (266 km/h no turbo normal) e acelerar de zero a 100 km/h em 5,3 segundos (contra 5,6 segundos do original de fábrica). O ganho mais expressivo está no torque máximo, que chega a 71,3 kgfm, ante 63,2 kgfm do Cayenne Turbo com 450 cv.

A potência extra foi obtida por meio de vários desenvolvimentos, incluindo um novo desenho do intercooler (resfriador de ar do turbo). Os comandos do acelerador também foram alterados para realçar as características esportivas do Cayenne Turbo.

Para adequar o conjunto à maior potência e torque, as rodas dianteiras ganharam discos de freio maiores, com 380 mm de diâmetro e 38 mm de espessura. No Cayenne Turbo normal, essas medidas são respectivamente 350 mm e 34 mm.

ja831.jpgAs pinças de alumínio possuem seis pistões e a refrigeração do sistema de freios foi otimizada. Também foram feitas alterações na traseira: ali, os discos de série, com 330 mm de diâmetro, são substituídos por outros com 358 mm.

Outro equipamento criado pela Porsche para a linha Cayenne é o teto solar Panorama, disponível para todas as versões (V6, S e Turbo) e vendido no Brasil mediante encomenda. O teto é feito em vidro de segurança laminado e operado eletricamente. A área de abertura é de 1,4 m, quase quatro vezes maior que o teto solar disponível normalmente.

Composto por três segmentos móveis e um fixo, seu teto solar oferece 15 opções de configuração e tem uma tela de tecido para vedar a entrada de luz solar no habitáculo. A operação do sistema é feita por intermédio de um comando no console de teto.