Blazer Dti sai de fábrica bastante equipada.

A Chevrolet está lançando mais uma novidade no mercado brasileiro. Trata-se da série especial “Blazer DTi”, que incorpora o potente motor MWM 2.8 litros turbodiesel com 132 cv e 34 mkgf de torque a 1.800 rpm (rotações por minuto) e tração 4×2.

Disponível apenas na cor prata Escuna, a série especial limitada oferece vários itens de série, como os vidros elétricos, espelhos retrovisores elétricos, travas elétricas, bagageiro com barras longitudinais e transversais e alarme com ultra-som. Além disso, possui acionamento por radio-freqüência dos sistemas central de travas elétricas das portas e do alarme antifurto (“Keyless Entry System”).

A série “Blazer DTi” sai de fábrica bastante equipada e oferece a melhor relação custo-benefício da categoria. O veículo conta também com direção hidráulica, rodas de alumínio 7×15 e pneus 225/75 R15 e o sistema de imobilização do motor por meio da chave eletrônica (“Immobilizer System”).

Mecânica

A suspensão traseira possui um amortecedor transversal hidráulico pressurizado, que liga a longarina esquerda do chassi ao centro da carcaça do diferencial, reduzindo significamente a oscilação lateral da parte traseira do veículo, melhorando a estabilidade. Este equipamento está disponível em toda a linha da Blazer e da picape S10. A “Blazer DTi” traz tacômetro, ar condicionado, coluna de direção regulável e luz de advertência para dreno de água do combustível (para todas as versões a diesel).

Mercado

A linha de utilitários esportivos Chevrolet Blazer, lançada no mercado nacional em outubro de 1995 e líder neste segmento desde então, oferece aos consumidores, que buscam conforto, segurança e robustez, a linha mais completa do mercado, que inclui a Blazer 2.4 a gasolina, Blazer Executive 4.3 V6 com transmissão automática, Blazer DLX 2.8 4X4 a diesel e, agora, por tempo determinado, a Blazer DTi 2.8 4×2 a diesel.

A Blazer manteve a liderança do mercado nacional nos primeiros cinco meses do ano, com 2.602 unidades comercializadas no varejo, com 50,7% de participação de mercado. Em 2001, as vendas de janeiro a dezembro totalizaram 7.625 unidades no varejo, com 45,3% de participação, contra 4.761 unidades da segunda colocada, com 27,5% de participação.

Atribui-se esse resultado em grande parte às atualizações incorporadas ao produto, como conforto, motor com alta potência e a melhor relação custo-benefício da categoria.