ja851270706.jpgO Salão de Londres, que acontece de 18 a 30 de julho, mostra sua força. Ali estão sendo mostradas diversas estréias mundiais, como o Mazda MX-5 com teto rígido retrátil e o BMW M6 conversível. Outra estréia, dessa vez de responsabilidade da DaimlerChrysler, é o novo Chrysler Sebring.

Comercializado no Brasil, em substituição ao Stratus, o Sebring foi completamente remodelado, sob inspiração do carro conceito Airflite, mostrado em 2003 no Salão de Genebra. Em relação ao modelo anterior, ele ficou 6,5 cm mais alto, o que teoricamente garante mais espaço interno. Não foram divulgados dados sobre o porta-malas, que parece ter diminuído, nem sobre entre-eixos e outras medidas importantes.

Os motores disponíveis serão quatro: um quatro cilindros de 2,4 litros, comando variável de válvulas e 174 cv, com câmbio automático de quatro marchas (um retrocesso, considerando que o Ford Fusion, por exemplo, tem caixa de cinco marchas), um V6 2,7-litros de 192 cv e um V6 3,5 litros de 238 cv, casado com um câmbio, também automático, de seis marchas.

Futuramente, a montadora oferecerá um motor 2,0-litros turbodiesel de 140 cv, mas só para mercados fora dos EUA, onde começará a ser vendido no último trimestre do ano. No resto do mundo (inclusive no Brasil), só no início de 2007. O carro será produzido em Michigan. Se ele fosse feito no México, quem sabe ele não chegasse por aqui com um preço bem camarada? Seria uma boa oportunidade para tornar a marca Chrysler popular no Brasil.