O multiuso Berlingo passa pela
primeira reforma visual na Europa.

Lançado há seis anos na Europa, o furgão multiuso Berlingo passa pela primeira reforma visual e ganha uma série equipamentos herdados da minivan Xsara Picasso. O carro será uma das atrações no estande da Citroën no Salão de Paris (França), que abre suas portas para a imprensa no próximo dia 24.

Os faróis estreitos da versão anterior deram lugar a outros mais largos e de superfície complexa com lentes plásticas transparentes. O capô inclinado passa a ser mais horizontal e com vincos mais definidos. Outra mudança foi a grade dianteira, cujo desenho combina com as novas linhas da carroceria. Os pára-choques agora estão mais envolventes e ganharam proteção de borracha.

Outra novidade é a capota com janelas, o que torna o interior melhor iluminado. As portas laterais corrediças mantém-se inalteradas, mas as rodas agora são de aro 15 e escondem os discos de freio dianteiros de 26 centímetros de diâmetro. Aliás, o sistema de freio recebeu e distribuidor eletrônico da força de frenagem (EBD).

Por dentro, a primeira diferença em relação à versão anterior é o painel redesenhado com entradas de ar circulares. O volante também ganhou novos traços e passa a incorporar a buzina, antes acionada na haste da coluna de direção. Assim como na minivan Xsara, as costas dos bancos dianteiros vêm com mesinhas escamoteáveis. E no porta-malas, a prática maleta “Modulbox” está incluída entre os itens de série.

O sistema multiplex completa o pacote das principais alterações adotadas na multivan francesa. Graças a ele, as portas são travadas automaticamente a partir de 10 km/h, o limpador do vidro traseiro é acionado assim que a marcha à ré é engatada com o limpador dianteiro ligado e o volume do som é aumentado de acordo com a velocidade do carro.

No mercado europeu, a linha de motores do novo Berlingo será composta por quatro modelos. Os movidos a gasolina são o 1.4 de 75 cavalos e o 1.6 de 110 cv. As opções a diesel ficam por conta do 1.9 de 71cv e do 2.0 Hdi de 90 cv.

Segundo a assessoria de imprensa da marca francesa, não há previsão de chegada do novo modelo no Brasil. Pelo menos por enquanto, a versão antiga continuará sendo trazida da Argentina.