Nenhum motorista gosta de rodar com o carro sujo. Além de passar a impressão de veículo mal cuidado, a poeira e outras impurezas podem sujar a roupa e até causar um desânimo na hora do passeio de fim de semana.

Por isso, o hábito frequente de dar uma passadinha no lava car ou mesmo pegar a mangueira em casa e fazer o serviço.

Mas saiba que muitos lavam o automóvel de maneira inadequada, o que acaba arranhando a pintura e danificando a cera que a protege.

Para que isso não aconteça, listamos dez erros mais comuns a serem evitados ao lavar o seu veículo. Todos os produtos de limpeza e cuidados mencionados abaixo estão disponíveis em qualquer loja, seja especializadas na linha automotiva ou em supermercados.

1-Detergente

detergente

O detergente de cozinha são ótimos para lavar copos e pratos e tirar a gordura das panelas, mas muito agressivos à pintura do carro.

Eles gradualmente desgastam a cera protetora do veículo, o que aumenta o risco de arranhões e danos irreparáveis à pintura. É melhor optar por um shampoo específico para carro, especialmente formulado para a lavagem.

2-Lavagem automática

lavagem-automatica

A pressa do dia a dia torna a limpeza em posto de combustível e empresas do ramo a escolha preferida. Porém, boa parte utiliza escova de lavagem automática, o que irá arranhar pintura.

Optar por um lava car com máquina ‘sem toque’ (que joga o shampoo e a água em alta pressão) é melhor se quiser preservar o acabamento do automóvel, ou então você pode comprar os produtos certos e fazer o trabalho sozinho em casa.

3-Secagem

secagem

Depois de ter lavado o carro, é precisa secá-lo o mais rápido possível. Se deixar para enxugar no tempo, as gotas de água podem marcar na lataria, o que, muitas vezes, são difíceis de remover.

Existe no mercado panos de microfibra especialmente desenvolvidos para a secagem de veículos. E o mais importante: não use uma camiseta ou meias antigas, que podem causar danos irreversíveis à pintura.

4-Esponja

esponja

Usar uma esponja comum corre o risco de arranhar não só a carroceria, como também o para-brisa e outros vidros. Opte por uma luva de lavagem projetada para carros (foto abaixo), feitas de lã natural ou microfibra, que absorvem melhor as partículas.

Esponjas feitas de espuma mantém a sujeira na superfície e riscam o verniz da pintura.

4-Limpeza de vidros

limpeza-de-vidros

A maioria dos produtos para limpeza de janela doméstica contém amônia, uma substância que irá danificar o para-brisas e demais vidros do carro. Tal produto também não é recomendado para superfícies como couro, plástico ou vinil.

6-Balde

balde

Utilize sempre dois baldes de água: um para enxaguar e outro para água com sabão. Caso contrário, depois de alguns minutos você estará lavando seu carro com água suja.

7-Sol forte

sol-forte

Não se deve lavar o carro sob o sol forte, uma vez que os raios só acelerarão o processo de marcas de água na lataria. Prefira o início da manhã ou o fim da tarde ou então lave-o à sombra.

Antes de começar a lavagem, espere a carroceria esfriar – isso evita que a água e o sabão sequem e deixem manchas. O cuidado vale para todo o processo: durante a lavagem, mantenha o veículo sempre molhado.

8-Toalha

toalha

Você ocasionalmente vê pessoas secando o carro com uma toalha de banho feito com tecido sintético. Talvez esta seja uma das maneiras mais seguras de arranhar a pintura! Um pano de microfibra (foto), algodão ou silicone é a melhor coisa para a secagem.

9-rodas

rodas

As rodas estão cobertas de graxa e com resíduos metálicos dos freios. Não cometa o erro de lavá-las com a mesma luva que você usa para a carroceria.

Para dar ao seu veículo a melhor limpeza, use sempre duas luvas: uma para as rodas e outra para a lataria.

10-comece pelas rodas

De preferência às rodas antes de lavar as outras partes do carro, caso contrário, a graxa e a sujeira das mesmas podem salpicar o resto da carroceria.

Deve-se esperar que elas esfriem antes da lavagem, para que não haja empenamentos no contato com a água gelada.