Um avanço do potencial atual de tecnologia de propulsão elétrica, desta vez na forma de transporte de luxo. Assim é o carro conceito elétrico Cadillac Converj exibido pela General Motors no Salão do Automóvel de Detroit de 2009 (EUA).

O modelo foi desenvolvido como um cupê grande, bem planejado, com desenho inspirado e numa série de itens de tecnologia interativa.

O “concept car” Converj para quatro passageiros foi planejado para mostrar como a tecnologia de propulsão elétrica da GM -chamada Voltec – pode equipar um cupê de luxo com um projeto típico Cadillac. O carro conceito elétrico de autonomia estendida (E-REV) da marca Cadillac possui um novo estilo de carroceria, que é uma evolução da linha atual de produtos tradicional da marca.

Perfil agressivo em forma de arco curvado para a frente é a base para o porte esportivo. E mais do que um Cadillac no formato, o Converj está sendo planejado para ser um Cadillac em toda a sua essência, com materiais “premium”, tecnologia e dinâmica de condução que representam as indicações de qualidade e a legitimidade da marca.

Seu formato geral é reforçado pela carroceria de linhas elegantes e rodas grandes de 21 polegadas na frente e 22 polegadas na traseira que valorizam o estilo do veículo.

A parte externa do Converj é pintada em três camadas de tinta prata escura que os projetistas da GM denominaram de “Reação”. O teto do veículo é totalmente de vidro e incorpora painéis de captação de energia solar que ajudam a compensar o consumo de energia de outros equipamentos como sistema de som e ar-condicionado. O interior do Converj dispõe de dispositivos avançados e escolhas luxuosas que misturam eficiência e preocupação com o meio-ambiente.

Seu sistema de propulsão elétrica Voltec do Cadillac Converj compreende uma bateria de 16 kWh em forma de T, uma unidade de acionamento elétrico e motor elétrico que, por sua vez, atua em conjunto com um bloco de quatro cilindros movido a gasolina e ou etanol. Ele usa a eletricidade como fonte primária para acionar o veículo.

Bob Lutz, vice-presidente da GM para o Desenvolvimento de Produtos Globais, declarou durante a apresentação em Detroit, que o conceito Converj possui base para produção. “Trata-se de uma extensão lógica de nosso plano de reinventar o automóvel.”