O piloto catarinense Cristian Mohr conquistou no último sábado (6/11), o título de campeão da 1.ª Copa Turismo GNV, realizada no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), em Pinhais. O campeonato teve cinco etapas e foi organizado pelo Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Automobilístico (IBDA), com supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPA).

O encerramento da 1.ª Copa Turismo GNV foi com total sucesso. A categoria iniciou sua disputa com 10 carros e foi aumentando a participação de pilotos a cada etapa. Na última etapa do ano, contou com 30 carros no “grid”, superando muitas categorias do automobilismo nacional. Cristian Mohr foi o campeão, com Marcelo Karan (Ale Combustíveis) como vice, e, Sanito Cruz Jr (Taiyo/Calmix) na terceira posição.

Durante o treino classificatório que definiu o “grid” de largada da quinta etapa da 1.ª Copa Turismo GNV, a “pole-position” foi conquistada por Marcelo Sasrot, com tempo de 01min47s977, seguido de Marcelo Karan/Fabrício Lançoni, com 1min48s144, Giovani Ciesielski/Júlio Machado, 1min48s323, Geraldo Sermann, 1min48s387, Cristian Mohr, 1min48s449, e em sexto lugar, Algacir Sermann, com 1min48s663.

Dada a largada para a primeira bateria, os pilotos da Copa Turismo GNV proporcionaram verdadeiro “show” de pilotagem, para o delírio do público presente ao AIC, com as ultrapassagens e “pegas” espetaculares. Ao fim de 14 voltas, a vitória foi de Fabrício Lançoni (Ale Combustíveis), com tempo de prova de 27min05s861, seguido de Geraldo Sermann, a 0s973, Amauri Lisboa Jr (Sabó/Dayco/ Retifoz), a 05s957, Cristian Mohr, a 08s864, Roberto Baú, a 15s819, e em sexto lugar, Luiz Carlos Ferreira, a 16s311. Cristian Mohr marcou a volta mais rápida da prova, na 5.ª volta, com tempo de 1min48s020, à média 123.544 km/h.

Como é previsto no regulamento, a largada para a segunda bateria é feita com o “grid” invertido do primeiro ao décimo lugar, as demais posições continuam inalteradas. Dada a largada para a prova, foi mais um show de habilidade e perícia dos pilotos. Ao fim de 15 voltas, a vitória foi de Aloysio Ludwig (BS Colwey), que largou da 26.ª posição do “grid”, com tempo de prova de 28min59s121, seguido de Geraldo Sermann, a 0s366, Cristian Mohr, a 0s951, Sanito Cruz Jr (Taiyo/Calmix), 01s204, Algacir Sermann Filho, à 01s605, e em sexto lugar, Manoel de Oms Neto, a 02s110. A volta mais rápida da prova foi marcada por Aloysio Ludwig Neto, na 9.ª volta, com tempo de 1min48s028, à média de 123.535 km/h.

Somados os tempos das duas baterias, a classificação final da quinta etapa foi a seguinte: 1.º) Geraldo Sermann, 44 pontos; 2.º) Cristian Mohr, 33; 3.º) Sanito Cruz Jr/Amauri Lisboa Jr, 33; 4.º) Marcelo Karan/Fabrício Lançoni, 30; 5.º) Natálio Stica/Aloysio Ludwig Neto, 30; e em 6.º) Manoel Oms Neto/Luiz César Ferreira, com 18 pontos ganhos.

CLASSIFICAÇÃO

Depois de cinco etapas, a classificação final da 1.ª Copa Turismo GNV foi a seguinte: 1.º) Cristian Mohr, (Campeão), 135 pontos; 2.º) Marcelo Karan (Ale Combustíveis), 111; 3.º) Sanito Cruz Jr, 104; 4.º) Max Mohr, 94; 5.º) Rodrigo Bonora Santos, 92; 6.º) Geraldo Sermann, 89; 7.º) Fabrício Lançoni, 88; 8.º) Natálio Stica/Aloysio Ludwig Neto, 72; 9.º) Luiz César Ferreira, 63; e em 10.º) Algacir Sermann Filho, com 62 pontos ganhos. (BN)