No Salão do Automóvel de Detroit de 2009, nos Estados Unidos, a General Motors exibe o primeiro “wagon” americano da Cadillac, o CTS Wagon 2010.

O modelo é um avanço no estilo clássico de carroceria “wagon”, que oferece funcionalidade significativa e eficiente consumo de combustível, incluindo média estimada de até 11,9 km/l na estrada.

Os destaques do projeto incluem: luzes traseiras grandes e verticais com a tecnologia de tubo de luz. Tampa traseira com abertura elétrica (através do controle-remoto ou tecla no interior do veículo). “Spoiler” do teto integrado à lanterna central elevada do freio (CHMSL).

Sistema de gerenciamento de carga no teto integrado com barras transversais. Sistema de gerenciamento de carga com contenção ajustável no piso. Novas rodas de 19 polegadas. E opção de teto solar traseiro amplo e panorâmico

As características disponíveis incluem aquelas do bem equipado sedã, incluindo tração nas quatro rodas, um disco rígido interno de 40 gigabytes, tela de navegação do tipo “pop-up” e um interior de construção artesanal.

O Wagon Esportivo CTS é quase do mesmo tamanho do sedã CTS, embora sua capacidade de carga seja quase o dobro, com um espaçoso porta-malas de 720 litros.

Uma das mais interessantes integrações de forma e função é o sistema de gerenciamento de carga do teto. Ao invés de suportes e barras longitudinais que se projetam acima da linha do teto, o sistema do Wagon esportivo CTS é mesclado com a linha do teto, mantendo uma aparência contínua.

A seção central do painel do teto é direcionada para baixo dentro das bordas do teto, permitindo uma disposição discreta das barras longitudinais. A parte interna do “wagon” é comum ao sedã, incluindo um grupo de instrumentos enxuto, iluminação com LEDs e grafismos artesanais com pespontos.

Equipa o CTS com um motor V6 de 3,6 litros com injeção direta Cadillac, que gera 308 cv. Um motor V6 menor, versão 3,0 l com injeção direta, será adicionado como um novo motor de série para o wagon esportivo CTS no verão de 2009, proporcionando uma maior economia de combustível.

Um eficiente motor turbo diesel de 2,9 l está sendo desenvolvido para, inicialmente, ser disponibilizado nos mercados europeu e asiático. A produção terá início nesta primavera e as vendas serão iniciadas em seguida nos mercados norte-americano e internacional.