A Ford Caminhões inaugurou nova área de submontagem de conjuntos de motores e transmissões em sua fábrica de caminhões e picapes de São Bernardo do Campo, São Paulo. O setor ocupa uma área de cerca de 6.500 metros quadrados e recebeu novos equipamentos, que contribuirão no controle de qualidade, produtividade, além de facilitar as operações de logística da fábrica. A submontagem de motores e transmissões era a única operação que ainda continuava a ser feita na antiga fábrica da Ford no bairro do Ipiranga, em São Paulo, desde a inauguração, no ano passado, da nova fábrica de caminhões da marca em São Bernardo do Campo, onde foram investidos US$156 milhões.

A transferência desse setor completa e finaliza a integração da nova fábrica às operações antes realizadas no Ipiranga. Nessa área de submontagem, também conhecida como “dress-up”, é feito o acoplamento dos motores e transmissões, com os respectivos componentes periféricos, que depois seguem como conjunto único para a linha de montagem final.

No mesmo prédio, de 13 mil metros quadrados, funcionam as células de submontagem, onde é feita a preparação de outros módulos dos veículos, como painéis e pára-choques. A instalação dos dois setores recebeu investimento superior a R$ 2 milhões.

A exemplo do que ocorreu com outros setores da fábrica de caminhões, a Ford promoveu uma total modernização junto com a mudança. A submontagem dos conjuntos de motores e transmissões, que era feita em sistema de carrossel, agora se dá em linha continua. Os transportadores, assim como as ferramentas de aperto, dotadas de controle contínuo de torque, são novos e também foram adotadas plataformas elevadas que tornam o trabalho dos operadores mais ergonômico e confortável.