Depois de receber novos pára-choque dianteiro e grade no último ano e a versão intermediária LXL no primeiro semestre, o Honda Civic chega à linha 2011 sem novidades.

O sedã produzido em Sumaré (SP) completa quatro anos de mercado e pouco deve mudar até a chegada da nova geração, esperada para 2012.

As versões de acabamento são quatro. A de entrada LXS traz ar-condicionado, direção com assistência elétrica, vidros, travas e espelhos retrovisores com acionamento elétrico, “airbag” duplo, freios ABS (antitravamento), CD player com MP3, entre outros itens.

A LXL tem tudo isso e mais retrovisores elétricos dobráveis com luz indicadora de direção, abertura de porta-malas que também pode ser feita pela chave, rodas exclusivas e transmissão automática com borboletas no volante para trocas seqüenciais.

E a versão “top” de linha EXS vem exclusivamente com câmbio automático e ainda inclui ar-condicionado digital, hodômetro digital que também indica temperatura externa e consumo médio, além de entrada para iPod e USB sob o console central.

Todas são equipadas com o mesmo motor 1.8 16V que desenvolve 138 cv (cavalos) com gasolina a 140 cv com etanol, sempre a 6.200 rpm. Seu torque é 17,5 kgfm a 5.000 rpm (gasolina) a 17,7 kgfm a 4.300 rpm (etanol).

Por fim, a versão esportiva Si traz os mesmo itens da EXS. A diferença está no motor, um 2.0 16V com potência de 192 cv a 7.800 rpm e 19,2 kgfm de torque máximo a 6.100 rpm.

Comercializada somente com câmbio manual de seis marchas, tem ainda o controle de estabilidade (VSA) e o diferencial com deslizamento limitado (LSD), que distribui melhor o torque nas curvas e arrancadas.

Confira os preços da linha 2011: Civic LXS MT Flex – R$ 68.160; Civic LXS AT Flex – R$ 73.430; Civic LXL MT Flex – R$ 68.840; Civic LXL AT Flex – R$ 74.165; Civic LXL MT c/ couro Flex – R$ 70.585; Civic LXL AT c/ couro Flex – R$ 75.885; Civic EXS AT Flex – R$ 88.750; e Civic Si MT – R$ 103.650,00 .

O Honda Civic inaugurou a linha de produção da fábrica de Sumaré, em 1997, e hoje está em sua oitava geração. Recentemente, atingiu a expressiva marca de 400 mil unidades produzidas no Brasil. Todas as versões possuem três anos de garantia, sem limite de quilometragem.