Um dos esportivos fora de série mais cultuados da indústria brasileira está de volta. O Puma será novamente fabricado e as primeiras unidades chegarão às ruas em dezembro ao preço de R$ 150 mil cada, quase todas já vendidas.

A nova geração do clássico foi batizada de Puma GT Lumimari e produzida pela Puma Automóveis. Ainda não há imagens oficiais do carro, mas o designer e criador da releitura, Du Oliveira, divulgou projeções de como será o modelo.

O reedição do felino será limitadíssima para comemorar os 50 anos da marca. Serão apenas 10 exemplares – com numeração de 0001 a 0010 – com as cores internas e externas escolhidas pelo futuro dono.

Primeiras unidades chegam em dezembro por R$ 150 mil e já estão quase todas vendidas. Foto: Divulgação
Primeiras unidades chegam em dezembro por R$ 150 mil e já estão quase todas vendidas. Foto: Divulgação

A aquisição virá acompanhada de um certificado em aço inox e fibra de carbono homenageando os sortudos (e endinheirados) proprietários.

O documento torna-os um ‘Parceiro Puma ad eternum’, garantindo alguns benefícios, como acesso ao processo de produção do veículo, descontos e prioridades na compra de produtos, revisões e manutenções sem custo feitas na própria fábrica.

Eles receberão ainda entradas VIPs para eventos da marca, como em pistas de corrida. Sim, a Puma também anunciou seu retorno às competições, com a produção de veículos de turismo. “Nas pistas nascemos, pelas pistas retornaremos”, diz o slogan no site da marca em referência ao modelo que já está pronto para acelerar nos autódromos pelo país.

A compra da série especial dará ainda o direito de trocar o modelo, sem ônus, por um futuro lançamento. A Puma já sinalizou em produzir outras versões dependendo do impacto que o Lumimari causará ao mercado. Inclusive com planos de exportar para os Estados Unidos e até participar de competições no exterior com a sua versão das pistas.

Motor forte, peso leve

As projeções revelam um visual muito próximo ao do Puma que era feito de forma artesanal numa época em que não havia a concorrência de modelos importados.

A versão moderna virá equipada com motor 2.4 Flex de quatro cilindros, que rende 180 cv e 25 kgfm de torque disponível a 2.800 rpm, desenvolvido pela Puma Automóveis e posicionado na parte traseira-central, favorecendo na melhor distribuição de peso.

Nova geração do esportivo chamará Puma GT Lumimari e será revelada em dezembro. Foto: Divulgação
Nova geração do esportivo chamará Puma GT Lumimari e será revelada em dezembro. Foto: Divulgação

Por falar em peso, são apenas 917 kg, 10 kg a mais do que o Fiat Mobi, por exemplo, o que dá uma impressionante relação peso/potência de apenas 5 kg/cv.

Pela central multimídia será possível escolher por 5 configurações do propulsor, que estará associado a uma transmissão manual de seis marchas, com tração traseira.

O chassi tubular em aço vestirá uma carroceria construída em fibra de vidro e carbono – materiais que colaboraram para deixar o carro bastante leve. A suspensão será independente.

Pela central multimídia será possível escolher por 5 configurações do propulsor, que estará associado a uma transmissão manual de seis marchas, com tração traseira. Foto: Divulgação
Pela central multimídia será possível escolher por 5 configurações do propulsor, que estará associado a uma transmissão manual de seis marchas, com tração traseira.
Foto: Divulgação

As rodas aro 17 virão calçadas com pneus Pirelli P Zero Trofeo 225-40 (dianteira) e 225-45 (traseira), enquanto os freios serão a disco nas quatro rodas, com pinças de alumínio de 4 pistões em cada uma. O GT Lumimari será, praticamente, um carro de corrida para as ruas e será revelado ao público em dezembro deste ano.