Definitivamente o movimento dos carros elétricos chegou ao Brasil. Depois de Nissan LeafRenault ZoeChevrolet Bolt anunciados no Salão de São Paulo e com preços definidos,  agora é a vez da JAC Motors divulgar que entrará nessa briga eletrificada no mercado nacional.

E com uma etiqueta bastante agressiva: a marca chinesa cobrará R$ 129.990 pelo E40, variante ‘verde’ do crossover T40, que em junho de 2019 como o modelo mais acessível do segmento, abaixo dos R$ 149.990 que a Renault pede pelo Zoe.

jac-e40-3

Produzido na China e vendido por lá também Volkswagen, a novidade virá equipada com motor elétrico de 85 kW (cerca de 115 cv) e 27,5 kgfm, alimentado por baterias de 33 kWh da Samsung.

As baterias garantem uma autonomia de 300 km e a aceleração máxima é de 102 km/h em modo normal e 130 km/h no modo Sport. A propulsor é gerenciado por um câmbio manual de apensas uma marcha com reduzida. O carro acelera de 0 km/h a 60 km/h em 3,9 segundos.

A única coisa que difere o E40 do T40 a combustão, além dos detalhes azuis e da grade dianteira fechada, é a altura da suspensão que foi reduzida em 20 mm para melhora da aerodinâmica.

O modelo é recarregável na tomada residencial, demorando 7 horas para para carga completa em rede AC e chegando a 80 % em 1 hora em rede DC. Pesa 1.310 kg, 90 kg a mais que o T40.

jac-e40-4

Na parte da cabine, as cores do acabamento, a alavanca de câmbio e o painel de instrumentos (inteiramente digital) mudam. De série, o elétrico vem com controles de tração e de estabilidade e assistente de partida em rampas.

O E40 foi escolhido pela Volks para marcar parceria entre as marcas para o desenvolvimento e a venda de carros elétricos na China com o modelo SOL E20X.

Segundo Sérgio Habib, chefão da JAC Motors, o E40 será o pontapé para a marca trazer outros modelos elétricos no futuro.

SUV DE 7 LUGARES

SUV-t80

A JAC também confirmou a vinda do SUV T80, com 7 lugares e motor 2.0 turbo. A marca não informou preço, mas adiantou que custará R$ 50 mil a menos que os principais representantes do segmento de médios, como VW Tiguan AllSpace e Peugeot 5008. Ou seja, o valor ficaria na casa dos R$ 130 mil.

O modelo tem um porte um pouco superior ao Jeep Compass, com 4,79 m de comprimento e 2,75 m de entre-eixos.

Na lista de equipamentos, como é de praxe nos carros chineses, há uma fartura de equipamentos, com a ausência apenas de assistência semiautônoma ao motorista, como em modelos mais avançados desta categoria.

Há sistema de frenagem automática de emergência, alerta de colisão e de mudança de faixa, além do piloto automático adaptativo, que freia e acelera o carro automaticamente conforme o ritmo do trânsito à frente.

O T80 também oferece faróis e lanternas full led, rodas de liga aro 18 e saídas de escape cromadas.

PICAPE MÉDIA COM TRAÇÃO 4×4

t6

Um sonho antigo de Sérgio Habib está perto de se concretizar. A vinda de uma picape média para concorrer com Chevrolet S10, Toyota Hilux, Ford Ranger, entre outras. A vantagem mais uma vez será o preço mais em conta que as concorrentes.

Chamada de T6 Frison no mercado chinês, a picape está prevista para a metade de 2019, com carroceria monobloco, cabine dupla, motor a diesel e tração 4×4. É provável que venha com outro nome e com o facelift já programado pela JAC.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Conheça a Tarok, revelação da Volkswagen para encarar a Fiat Toro