Otimismo, adaptação e preços baixos foram as palavras de ordem em palestra promovida pela Assovepar (Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado do Paraná), realizada na segunda-feira (15/12), no Metrópole Shopping de Automóveis, em Curitiba.

Em parceria com a Fenauto/Sinauto, as palestras levaram discussões sobre o cenário econômico atual, os reflexos das mudanças no financiamento para o consumidor e para os revendedores.

Superando as expectativas dos organizadores, mais de 250 pessoas estiveram presentes no evento, que teve o objetivo de levar ao vendedor de veículos seminovos as perspectivas do mercado para 2009.

Para isso, o presidente da Assovepar, Lidacir Antônio Rigon, o presidente da Fenauto/Sinauto, Ilídio Gonçalves Santos e o neurocientista Mauro Rinaldi discutiram diversos assuntos. Rigon abriu a palestra falando da adaptação à nova realidade do mercado automobilístico, com preços baixos e mídia direcionada.

Tudo para atrair o consumidor, que está de volta às compras. Segundo ele, esse é o momento de fortalecimento da marca e de cativar o consumidor. É também um cenário seletivo, onde só os lojistas de credibilidade e com bons serviços irão sobreviver.

Em seguida, o presidente da Fenauto, Ilídio Santos, falou das perfectivas para 2009, que segundo ele, são otimistas. Em sua análise, o próximo ano será de adaptação, redução nas taxas de juros, estabilidade do mercado e boas vendas.

Santos, no entanto, ressalta que esse é um novo momento do setor, no qual os recordes de produção e vendas não serão tão constantes como neste ano de janeiro a primeira quinzena de setembro.

Ele ainda destacou a venda de carros em shoppings. De acordo com Santos, hoje são 60 os estabelecimentos que vendem seminovos em todo o País. No próximo ano, a expectativa é que esse número aumente para pelo menos 100.

“A idéia de vender carros em shoppings é atingir um público especifico e também trabalhar a promoção das lojas de uma maneira integrada, que é mais barata e também eficiente”, explica.

Santos ainda apresentou uma entrevista do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde ele reconhece que os juros no país estão mais altos e promete cobrar dos bancos que diminuam as taxas e incentiva para que a população continue comprando.

Em duas horas de palestra baseada em seu livro Torne real seu potencial, o neurocientista Mauro Rinaldi ensinou aos participantes técnicas cientificas para potencializar o poder de suas mentes e atingir objetivos de vida.

“Diferente de livros de auto-ajuda, que buscam ajuda por meio de vias externas esse livro demonstra as técnicas para o autoconhecimento. Isso porque, as pessoas devem buscar dentro de si o poder para conquistar novas perspectivas”, explica Rinaldi. Segundo o especialista, é preciso se conhecer para saber explorar o verdadeiro potencial de seu cérebro.

“É por meio da busca de alvos que as pessoas alcançam projetos de vida.” O neurocientista falou aos revendedores de automóveis para explicar a todos as maneiras de aplicar as técnicas de autoconhecimento.

Tudo para aprimorar os profissionais nas vendas e também na vida pessoal, que segundo o médico é fundamental para o equilíbrio no trabalho.