Após o modelo ter passado por diversos testes, a Mercedes-Benz, junto a sua divisão esportiva AMG, mostrou, com todos os detalhes, o novo SLS AMG Roadster.

Pesando 39,9 kg a mais do que a versão cupê, o conversível será apresentado oficialmente no Salão de Frankfurt com o mesmo propulsor 6.3 V8 de 563 cv de potência e 66,2 mkgf de torque.

O modelo foi projetado sobre uma plataforma de alumínio e pode ter a capota retraída em 11s mesmo numa velocidade de até 50 km/h.  Fora a diferença da abertura das portas entre a versão cupê – estilo asas de gaivota – e a conversível, o SLS Roadster vai de 0 a 100 km/h em 3s7, enquanto a versão com teto fixo completa a prova em 3s8.

Caso o motorista queira extrair mais esportividade do SLS, o modelo com três opções de direção “Comfort”, “Sport” e “Sport Plus”, todas funcionando em paralelo com o câmbio de 7 marchas e dupla embreagem.

A velocidade máxima do SLS Roadster, limitada eletronicamente, é de 320 km/h. O visual pode ser alterado de acordo com o gosto do cliente, graças à opção de cores do teto retrátil, que pode ser preto, vermelho ou bege.

Enquanto isso, no habitáculo do SLS Roadster, o acabamento em couro dos bancos esportivos da AMG e os detalhes em fibra de carbono acompanham o GPS integrado, o sistema “Airscarf” exclusivo da Mercedes-Benz, que espalha ar quente ao redor do pescoço dos passageiros para garantir o conforto térmico com a capota abaixada.

Outro detalhe é o porta-malas, que mantém seus 173 litros de capacidade volumétrica com a capota erguida ou recolhida. O preço do modelo não foi divulgado pela Mercedes-Benz, mas acredita-se que o SLS AMG Roadster chegará ao Brasil até o fim deste ano.

sdadsa