Aproveitando os treinos de sua equipe de Fórmula-1 em Barcelona (Espanha), a Mercedes-Benz apresentou a nova geração do SL 63 AMG. A mais esportiva versão do conversível alemão fará sua estréia frente ao público no Salão de Genebra (Suíça), neste mês.

Junto com a sigla AMG, o SL 63 recebeu pára-choques com desenho mais contundente, sendo o dianteiro com tomadas de ar maiores e grade redesenhada e o traseiro dotado de difusor de ar e quatro saídas de escapamento. Sobre a tampa do porta-malas foi instalado um aerofólio. Seu interior mistura couro com costuras claras, apliques em alumínio e fibra de carbono, bancos esportivos com amplos apoios laterais e volante com base e topo achatados.

Quanto nova geração de chassi, o SL AMG é feito de alumínio e magnésio, o que o deixa cerca de 125 kg mais leve em relação ao modelo antigo. A redução melhora o desempenho do carro e diminui o consumo de combustível em até 30% na comparação com a versão anterior. Sistema de frenagem reforçado, com pinças de seis pistões na frente e único pistão na traseira, juntamente com uma suspensão retrabalhada, rodas de liga leve de 19 polegadas calçadas em pneus de alta performance, e detalhes no acabamento exclusivos AMG dentro e por fora, completam o pacote.

Sob o capô, o superesportivo tem o novo motor AMG M157, usado em outros modelos da Mercedes-Benz, como o sedã esportivo CLS 63 AMG e o utilitário esportivo ML 63 AMG. O propulsor é um 5.5 bi-turbo V8, que desenvolve 529 cavalos de potência máxima e 81,5 kgfm de torque. O carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos e tem velocidade máxima limitada eletronicamente a 250 km/h, por questões de segurança. E toda potência é transferida para as rodas traseiras através de uma transmissão automática de sete velocidades SPEEDSHIFT DCT.

Há também um pacote opcional de desempenho AMG que aumenta a saída para 550 cv e 91,8 kgfm, reduzindo o tempo de 0 a 100 km/h para 4,1 segundos e permitindo que o carro alcance velocidade máxima de 299 km/h. Sua alavanca do câmbio tem um curioso desenho vazado. A AMG nasceu em 1967, como uma preparadora de carros. A primeira parceria com a Daimler-Benz aconteceu em 1993, com o Mercedes-Benz C36. Somente em 1999 a empresa foi incorporada ao grupo Daimler como uma marca esportiva. Na Alemanha, os preços da novidade começam nos 157.675 euros (R$ 358.350,00).