Principal novidade da linha 2011 do Linea é o motor e.torQ 1.8 16V, apresentado no Punto e estendido agora à linha de modelos da marca italiana.

O motor substitui o motor 1.9 flex, mas a potência gerada continua a mesma: 130 cv de potência com gasolina e 132 cv com álcool.

O torque, por sua vez, está levemente mais alto: 18,4 mkgf (g) e 18,9 mkgf (a), atingidos aos 4.500 rpm. De acordo com a Fiat, o 1.8 e.torQ leva o Linea à velocidade máxima de 190 km/h (g) e de 192 km/h (a).

O novo motor estará disponível nas versões HLX, HLX Dualogic e Absolute. Para a LX e LX Dualogic, o novo motor gera 127 cv de potência, mantendo o torque. De acordo com a Fiat, esta proposta é direcionada principalmente aos taxistas, que possuem isenção de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) para modelos que tenham esta potência máxima.

Novos “kits” de opcionais chegam com o Línea 2011: Kit Creative I (versões LX e LX Dualogic, composto por Blue&Me e rodas de liga leve de 15 polegadas), Kit Creative II (versão Absolute, com Blue&Me NAV e rodas de liga leve de 17 polegadas) e Kit Essence II (versão HLX, com ar-condicionado automático digital, sensor de estacionamento e rodas em liga leve de 17 polegadas).

O Linea 2011 chega com os seguintes preços sugeridos: LX 1.816V Flex: R$ 55.450; LX Dualogic 1.8 16V Flex: R$ 58.430; HLX 1.8 16V Flex: R$ 58.180; HLX Dualogic 1.8 16V Flex: R$ 61.140; Absolute Dualogic 1.8 16V Flex: R$ 67.030 e o T-Jet 1.4 16V turbo a gasolina: R$ 71.290,00.