ja761.jpgO novo Mégane Sedan, que chega ao mercado a partir de março de 2006, será o primeiro modelo produzido no Brasil a contar com a comodidade do sistema de partida por meio de cartão eletrônico, batizado de Cartão Renault.

Os proprietários do Novo Mégane Sedan, com a utilização do Cartão Renault, ?aposentarão? o uso de chave para ligar ou desligar o motor. O motorista insere cartão no leitor localizado no console central e, simplesmente, aperta o botão ?start/stop? instalado no painel.

Ao reconhecer o cartão, o sistema destrava o bloqueador de ignição e o travamento eletro-mecânico da coluna de direção, liberando assim o funcionamento do motor.

ja762.jpgCom dimensões semelhantes a de um cartão de crédito – que possibilita ao condutor transportá-lo dentro do bolso da camisa, por exemplo – este dispositivo possui um telecomando por rádio-freqüência, que permite também fechar e abrir as portas, o porta-malas e a tampa de abastecimento de combustível.

A segurança do Cartão Renault é garantida por um sistema de código evolutivo, que possui um bilhão de combinações possíveis, o que reduz drasticamente o risco de fraudes. É mais um produto da informática embarcada, que dará mais segurança ao usuário.

ja763.jpgSeu interior invoca uma habitabilidade inédita no seu segmento. Ele reúne o que há de mais moderno em tecnologia, agregando qualidades dinâmicas e de segurança.

O Mégane Sedan II foi apresentado aos brasileiros durante o Salão do Automóvel, no ano passado, em São Paulo (SP). O visual da versão nacional produzida na planta de São José dos Pinhais (PR), é igual ao do modelo europeu (lançado em abril do ano passado). O carro chegará com duas versões de motorização: 1.6 bicombustível e 2.0, de 138 cavalos, importado da Argentina. Um modelo diesel para exportação também será produzido. Também haverá opção de câmbio automático.

Sua chegada acirrará a briga no segmento dos sedãs médios, reforçado no mês passado pelo novo Chevrolet Vectra. Atualmente, os representantes japoneses, principalmente o Toyota Corolla, dominam essa disputa. Também no primeiro semestre do ano que vem, a Honda deverá lançar a oitava geração do Civic.