A atualização do Renault Sandero estreia no fim de julho, mas as primeiras imagens de como vai ficar o hatch já circulam pela internet. Os flagras são da versão esportiva R.S. e mostram que a mudança mais marcantes está na traseira. As lanternas mudam de desenho, estão maiores, e passam a ser bipartidas, invadindo o porta-malas.

Há quem enxergue uma inspiração clara nas lanternas do Fiat Argo, mas a marca parece ter buscado no estilo do Mégane europeu. Elas trazem lentes escurecidas no R.S., enquanto no restante da linha o tom é o vermelho. As fotos vazadas na rede também mostram rodas exclusivas pretas diamantadas da versão topo do Sandero. Continuam com as pinças de freio vermelhas, além do escapamento com ponteira dupla.

+ Você viu essa? Tradicional clube dançante de Curitiba fica destruído após incêndio

Já o aerofólio adota o preto brilhante – no modelo atual é na cor da carroceria – e adesivos laterais que personalizam o carro com a inscrição Renault Sport, posicionados na base das portas traseiras. Na frente, as novidades são menos chamativas. Nada muda no desenho dos faróis com máscara negra, grade e luz diurna em led – localizada na parte inferior do para-choque.

Um moldura plástica que mescla acabamento prata e preto brilhante delineia os traços do para-choques.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Câmbio CVT no motor 1.6

Além do Sandero, o sedã Logan e hatch aventureiro Stepway exibirão o facelift em sua linha 2020. O interior dos carros também serão renovados, melhorando o visual e a qualidade do revestimento. Os modelos vão incorporar equipamentos, como controle de estabilidade, hoje oferecido apenas na R.S. e airbags laterais. Outra novidade é a inclusão da transmissão automática do tipo CVT na motorização 1.6, conjunto já usado por Duster e Captur.

+ Tá sabendo? Confira as mudanças da “nova velha” placa padrão Mercosul

O restante da linha virá com os mesmos propulsores: 1.0 SCe, de 82/79 cv, e o 1.6 SCe, de 120/118 cv. O 2.0, de 150 cv e 20,9 kgfm de torque, continua exclusivo do esportivo Sandero RS. O carro mais apimentado ainda possui uma suspensão com ajuste esportivo e molas mais rígidas.

A versão Stepway do hatch seguirá com o apelo aventureiro da suspensão elevada, caixas de roda e rack no teto. A expectativa é que esta configuração chegue ao Logan também, como já acontece no mercado da Rússia.

Logan Stepway também pode chegar ao mercado brasileiro. Este é o modelo vendido na Rússia. Foto: Reprodução
Logan Stepway também pode chegar ao mercado brasileiro. Este é o modelo vendido na Rússia. Foto: Reprodução

 

Duas linhas 2020

O lançamento das novidades no fim de julho ocorrerá poucos meses após a Renault lançar Sandero e Logan como linha 2020, sem a renovação visual e somente com a atualização na central multimídia – agora com conexão Apple Car Play e Android Auto. Ou seja, os modelos terão duas linhas 2020 neste ano.

Esse tipo de prática não é comum, mas acontece. A Ford fez isso com a reestilização da terceira geração do Focus, que estreou em agosto de 2015. À época, a marca concedeu 15% de desconto na troca do ‘antigo’ pelo novo. A Renault, por sua vez, baixou os preços de tabela dos compactos em até R$ 7,6 mil

A Volkswagen renovou a terceira geração de Gol e Voyage em julho de 2012, logo depois de colocar nas lojas a linha 2013 sem as alterações.

Bazuca e submetralhadora de bandidos famosos são itens raros em museu de Curitiba