No fim de 2009, a primeira picape de um fabricante automotivo europeu de grande volume fará a sua estreia mundial na América do Sul.

A introdução no mercado sul-americano está prevista para o primeiro trimestre de 2010, enquanto no segundo trimestre ela chegará também à Europa. A nova picape da Volks será chamada Amarok também no Brasil.

O nome Amarok vem da língua dos Inuit, um povo esquimó, que vive no Norte do Canadá e na Groenlândia, e significa lobo. Para os Inuit, o lobo representa o rei da vida selvagem e impressiona por sua força e robustez, sua resistência e sua superioridade.

São essas qualidades que irão destacar a Amarok também no Brasil e Argentina. Nesses mercados, considerados os principais para o novo produto, as picapes estão entre os modelos mais solicitados por sua versatilidade como veículos para o lazer e o trabalho. Por isso, a capacidade fora-de-estrada e a confiabilidade da Amarok serão atrativos especiais de compra.

Com a Amarok a Volkswagen vai entrar nos mercados mundiais de picapes, até então dominados predominantemente por fabricantes japoneses. No último IAA (Salão de Veículos Comerciais de Hannover), em setembro de 2008, a Volkswagen apresentou o primeiro estudo do veículo. A Amarok será produzida na fábrica de Pacheco, na Argentina.

É a primeira picape deste tipo produzida por um fabricante europeu de grande volume, e no segmento de picapes de 1 tonelada, a Amarok deverá competir, sobretudo, com os modelos asiáticos. O modelo representa um marco importante na estratégia de crescimento do Grupo Volkswagen e abre um novo segmento para a marca.

Desenvolvimento completamente novo, a Amarok será lançada primeiro na versão com cabine dupla com tração nas quatro rodas. Posteriormente será oferecida a versão de cabine simples.

Entre as suas principais características, destacam-se a tecnologia moderna e robusta, os motores econômicos e a linguagem atual de “design” da Volkswagen. O estudo apresentado no IAA permitiu uma primeira impressão do modelo.

A Amarok será equipada com moderna geração de motores turbodiesel da marca, os “Common-Rail-Turbodiesel” (TDI), potentes e ao mesmo tempo econômicos. O consumo e as emissões da Amarok deverão atingir patamares ainda mais baixos dentro de seu segmento.

A nova picape da Volks chegará ao mercado no primeiro trimestre de 2010, primeiramente na América do Sul e Central e, em seguida, na Rússia e na Europa, bem como na África e Austrália.