Ranger Limited tem motor 2.8 L,
de 135 cv de potência.

A Ford está lançando a Ranger Limited, nova versão “top” de sua pick-up média, que une luxo, espírito de aventura e alto desempenho para os consumidores que querem experimentar a liberdade de um veículo forte e potente, capaz de enfrentar qualquer tipo de terreno, sem abrir mão do requinte e conforto proporcionados por um automóvel de classe.

Produzida exclusivamente na configuração de cabine dupla, com tração 4×4 eletrônica e motor Power Stroke Turbodiesel 2.8 L, de 135 cv o mais potente da categoria e único com a tecnologia turbo de geometria variável , a nova Ford Ranger Limited traz como principais novidades o interior revestido em couro e diversos itens cromados, que ampliam o brilho e imponência do seu visual.

Além de bancos, volante e painéis internos em couro, a Ford Ranger Limited vem com pára-choques, grade do radiador, estribos, maçanetas das portas, espelhos retrovisores e santo-antônio cromados, adesivos exclusivos, pneus com letras brancas e CD Player com dispositivo viva-voz para telefone celular. Sua lista de equipamentos inclui, ainda: direção hidráulica, coluna de direção ajustável, bolsas infláveis duplas, ar-condicionado, aquecedor, acionamento elétrico do espelho retrovisor externo, da trava das portas e dos vidros dianteiros, rodas de alumínio 15×7″, faróis de neblina, luz elevada de freio, porta-mapas atrás dos bancos, barras estabilizadoras dianteira e traseira e freio traseiro ABS.

O motor Power Stroke Turbo Diesel 2.8 L da Ford Ranger oferece a maior potência e o maior torque da categoria: 135 cv a 3.800 rotações por minuto e 38,2 mkgf de torque a 1.400 rotações por minuto. Uma de suas principais vantagens é a ampla faixa de torque disponível a partir de 1.000 rotações, com 26 kgfm, o que acentua a sua eficiência principalmente em solicitações rigorosas, como o arranque em rampas com o veículo carregado.

A Ford Ranger Power Stroke também é a primeira pick-up a utilizar no Brasil a tecnologia de turbocompressor de geometria variável (TGV), que aumenta a eficiência do motor e garante respostas rápidas em qualquer rotação. O TGV consiste de um sistema de palhetas móveis, localizadas ao redor do rotor, que alteram o comportamento da turbina, liberando maior ou menor vazão de ar para o motor de acordo com a rotação.