DivulgaçãoNa Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade (Reatech 2008), em São Paulo, a Renault do Brasil lança o modelo Master Acesso, projetado para transportar passageiros com deficiência física e que precisam se locomover por meio de cadeira de rodas. Apresentado como conceito na edição de 2007 da Reatech, neste ano o modelo foi lançado como integrante da linha de produtos da marca, após ter passado por todas as etapas de teste e validação.

Além do Master Acesso, a Renault apresentou ao público seus mais recentes lançamentos, o monovolume Grand Scénic e o Sandero ?hatch?, modelos que possuem amplo espaço interno, principais características procuradas por pessoas com deficiência ao adquirir um veículo. A Renault também disponibilizou durante a feira, no espaço reservado para a realização de ?test-drives?, um Kangoo Acesso, que transporta cinco pessoas – sendo um cadeirante na mesma altura dos demais passageiros – e um Scénic 1.6 automático, adaptado com comandos no volante.

DivulgaçãoO Renault Master Acesso tem como base o Master Furgão L3H2 (chassi longo com teto alto), o qual possibilita o transporte de pessoas com deficiência física que utilizam cadeira de rodas. O Master Acesso pode transportar com conforto 11 pessoas, sendo um motorista, quatro cadeirantes e seis passageiros.

Para os portadores de deficiência física o acesso ao interior desse modelo é feito por meio de plataforma elevatória totalmente automática. O Master Acesso possui piso nivelador montado sobre o assoalho da parte traseira – facilitando a locomoção das cadeiras de rodas no interior -, e um sistema de fixação da cadeira de rodas e cintos de seguranças específicos para cadeirantes.

O Master Acesso possui motorização 2.5 dCi 16V (Common Rail), com gerenciamento eletrônico e injeção direta de combustível e potência máxima de 115 cavalos.

Com a filosofia de contribuir para o desenvolvimento humano e sustentável a empresa realizou, em 2007, o ?Curso de Montadores de Automóveis?, voltado para pessoas com deficiência auditiva da Região Metropolitana de Curitiba, com o objetivo contribuir para a capacitação e inserção destes profissionais no mercado de trabalho. Ao todo, 60 profissionais foram capacitadas neste curso.