A Suzuki liberou a imprensa especializada as primeiras imagens do compacto Swift, cuja estréia mundial será realizada durante o Salão de Paris, que acontece entre os dias 25 de setembro e 10 de outubro. O novo Swift promete, tanto quanto seus antecessores, fazer horrores, atazanando a vida de automóveis menos ágeis e eficientes.

Com apenas 3,7 metros de comprimento, 1,69 m de largura e 1,50 de altura, ele ficou bem mais alto. O Swift 2005 é uma cópia “fiel” do Concept S, apresentado pela marca na mostra parisiense em 2002. O balanço dianteiro é mínimo e o traseiro parece nem existir, evidenciando duas coisas: conforto relativo, em função do entreeixos avantajado para suas dimensões, e a presença de uma boa linearidade.

Os motores, dois a gasolina e um diesel, são de quatro cilindros, sendo que tanto o motor básico a gasolina quanto o diesel deslocam 1.3 litro e o mais potente deles, com 102 cavalos, desloca 1.5 litro. O câmbio de seis marchas é do tipo seqüencial e possui um escalonamento bem curto. Até aí, tudo bem. Mas, e a velocidade dos engates? E o controle eletrônico para evitar o sobregiro do motor em reduções, por exemplo? Talvez o novo Swift não seja mais um bicho-papão.

Como não temos mais a Suzuki por estas bandas, os fiéis proprietários de carros maiores, poderão continuar à vontade e trafegar pelas ruas sem a intimidação desse compacto japonês, que acelera como poucos, graças a sua boa relação peso/potência.

Mas, como nada é perfeito, agora há um francês por aí (Renault Clio 3 portas 1.6 16V), capaz de provocar pesadelos inesquecíveis aos menos avisados, acelerando muito.

O Swift 2005 será produzido, nas versões 3 e 5 portas, numa unidade fabril da Suzuki, em Esztergom, na Hungria. Sua apresentação oficial acontecerá durante o Salão de Paris, entre 25 de setembro e 10 de outubro próximo. O novo compacto da Suzuki poderá ser encontrado nas revendas européias da marca somente no segundo trimestre de 2005.