Entre os dias 8 e 18 deste mês, a Volkswagen apresentará ao público durante o Salão de Genebra, o novo Golf GTI Cabriolet (conversível).

Para agradar os fãs mais tradicionais das três siglas acopladas a grade dianteira do Golf GTI Cabriolet, os bancos foram encapados com um tecido xadrez que deixou o habitáculo com visual bem clássico. Para os menos entusiastas, existe a opção com bancos em couro.

As rodas de 18 polegadas são especiais na versão conversível do Golf GTI. E os LEDs diurnos na parte frontal e nas lanternas fazem parte do visual do novo Golf vendido na Europa. Um novo pára-choque e detalhes cromados também estão inclusos no pacote. Isso tudo sem falar das siglas “GTI” espalhadas pelo carro.

Seu motor 2.0 TSFI gera 210 cv de potência e 28,5 kgfm de torque, acoplado ao inseparável câmbio automático DSG de dupla embreagem e 6 marchas ou sua versão manual como opcional. Os mais apressados certamente colocarão a prova o motor do novo Golf conversível. Levando em consideração que a marca alemã informa que ele é capaz de fazer de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos (com qualquer câmbio).

De acordo com a Volkswagen, na hora de rebater a sua capota de lona é necessário ser menos apressado e aguardar 9,5 segundos. Ela poderá ser manuseada em velocidades até 35 km/h. Na versão manual o novo Golf GTI Cabriolet atinge 237 km/h enquanto na com transmissão automatizada faz 235 km/h informa a montadora alemã. É quase improvável pensar que o novo modelo esportivo e conversível da Volkswagen desembarque no Brasil tão cedo. Mas na Europa as vendas do Golf GTI Cabriolet devem começar em junho.