Florianópolis (AE) – Avaí e Fortaleza estrearam no quadrangular final da Série B do Brasileiro, neste sábado à tarde, com um empate sem gols no estádio da Ressacada, em Florianópolis. O resultado deixa os dois times empatados na segunda posição, com apenas um ponto – o líder é o Brasiliense, que ganhou do Bahia por 2 a 1.

O resultado foi melhor para o Fortaleza, que no próximo sábado enfrenta o Brasiliense, em Sobral (CE). O time cearense perdeu um mando de campo, devido à invasão de torcedores na partida contra o Santa Cruz, na fase anterior. Já o Avaí joga fora de casa diante do Bahia.

O jogo deste sábado foi aberto no primeiro tempo, com um leve domínio do Avaí. A primeira chance catarinense veio aos 2 minutos. Na cobrança de escanteio de Edilson, o zagueiro Júlio César, livre, cabeceou para fora.

O Fortaleza procurou jogar nos contra-ataques e, aos 5 minutos, Mazinho Lima roubou a bola de Juliano e cruzou rasteiro na área para Juninho Cearense, que chutou no peito do goleiro Adinam.

O Fortaleza apertou ainda mais a marcação no segundo tempo. Sem criatividade para passar pelo bloqueio, o time catarinense só chegou ao gol cearense aos 18 minutos, na fraca cabeçada de Tico. Sabendo disso, o técnico Roberto Cavalo resolveu colocar o meia Paulista no lugar do volante Juliano.

O Avaí chegou a marcar seu gol aos 27 minutos, quando Tico avançou livre e tocou para Marquinhos Paraná fazer. Mas o árbitro anulou o lance alegando impedimento.

A última chance do Avaí foi aos 43 minutos. Tico aproveitou cruzamento da direita e cabeceou para a defesa de Bosco. No rebote, Marquinhos Paraná teve a oportunidade, mas o goleiro do Fortaleza ainda teve forças para evitar novamente o gol.

Avaí – Adinam; Edilson (Paulinho), Júlio César, Nailton e Badé; Juliano (Paulista), Marcos Bazílio, Marquinhos e Marquinhos Paraná; Tico (Flávio Dias) e Evando. Técnico: Roberto Cavalo

Fortaleza – Bosco; Sérgio, Fernandão, Nivaldo e Ronaldo Angelim; Chicão, Marcelo Lopes, Mazinho Lima e Junior Cearense; Guaru (Daniel Sobralense) e Edson Pelé (Daniel Bamberg). Técnico: Zetti

Árbitro: Héber Roberto Lopes-FIFA/PR

Cartão Amarelo: Edson Pelé, Marcos Bazílio, Ronaldo Angelim

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC