Responsável pela grande integração interinstitucional existente entre a Universidade Federal do Paraná e a Universidade de Coimbra, o Professor Doutor António José Avelãs Nunes recebe nesta 2.ª f., dia 05 de março, às 10h, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da UFPR, título de Doutor Honoris Causa da UFPR. Avelãs Nunes é atual Vice-reitor da Universidade de Coimbra, Portugal; – ex-Diretor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, foi, de dezembro de 1974 a setembro de 1975, Secretário de Estado de Ensino Superior em Portugal.

Seus principais dados pessoais e acadêmicos são os seguintes:

Professor Catedrático do quadro da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra desde Julho de 1995; é Diretor do Boletim de Ciências econômicas – publicação periódica da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra desde 1995.

Em 1994 obteve o título de Agregado em Direito (Ciências Econômicas). É Doutor em Direito (Ciências Econômicas). Foi professor Auxiliar da FDUC em 1984; professor Associado em 1988; assegurou coordenação da cooperação com os PALOP, nomeadamente com a Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto de 1992-2000; foi Coordenador do Instituto Jurídico para a Cooperação com os PALOP de 1994-2000; regeu, por convite do Conselho Científico e do Conselho Diretivo da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, a disciplina de Economia Política (1.º Ano) da Licenciatura em Jornalismo de 1993-1996; foi Professor Catedrático Convidado da Universidade Internacional (Figueira da Foz), onde regeu as disciplinas de Economia Política I e Economia Política II da Licenciatura em Direito de 1994-1998; foi Professor Catedrático Convidado da Universidade Autônoma de Lisboa, onde regeu Economia Política I de 200-2002. No ano letivo de 1991/92 exerceu as funções de Vice-Presidente do Conselho Diretivo da sua Faculdade. Exerceu o cargo de Presidente do Conselho Diretivo da FDUC durante dois mandatos, entre 1996 e 2000. Em Fevereiro de 1996 efetuou uma missão em Luanda, mediante convite da Universidade do Porto, para colaborar no Projeto Educação, financiado pelo Banco Mundial.

É membro correspondente da Academia Brasileira de Direito Constitucional; nomeado membro da Comissão de Reconhecimento de Graus Estrangeiros em 1997; Vice-Reitor da Universidade de Coimbra desde 12 de Fevereiro de 2003.

Dentre suas publicações, destacam-se: ?O Keynesianismo e a Contra-revolução Monetarista?, Coimbra, 1991; ?Noção e Objeto da Economia Política?, Coimbra, 1996; ?Neoliberalismo, globalização e desenvolvimento econômico?, em Conferência Internacional Angola – Direito, Democracia, Paz e Desenvolvimento, edição da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, Luanda, 2001; ?Neoliberalismo e Direitos Humanos?, 2003; ?Introdução à História da Ciência Econômica e do Pensamento Econômico? (Lições ao 1.º Ano da FDUC), Serviço de Textos dos SASUC, Coimbra, 2004.

Sua atividade científica foi reconhecida com diversas premiações internacionais (Fernstromska Priset, Sweden, 1981; FEBS Anniversary Prize, 1982; Premio Gulbenkian de Ciência e Tecnologia, Portugal, 1987; Prix Behring-Metchnikoff, France, 1990; Prix Lacassagne du College de France, 1995), e condecorações (Ordem do Cruzeiro do Sul, Brasil; Chevalier de la Légion d?Honneur, France).

Atualmente, é diretor do Instituto Gulbenkian de Ciência, Oeiras, Portugal; diretor do CNRS Laboratoire Européen Associé ?Tolérance Naturelle? e diretor de Pesquisa do CNRS, França.