Vereadores da bancada petista de Curitiba solicitaram hoje à presidente da Urbs- empresa que gerencia o transporte coletivo de Curitiba e Região Metropolitana – , Yára Eisenbach, para que reconsiderasse a demissão dos doze funcionários ocorrida na semana passada. Segundo o vereador Adenival Gomes (PT), porém, ?parece que a Urbs não está disposta a voltar atrás.?
Os doze funcionários foram aprovados no concurso público promovido pela Urbs, juntamente com outras dez pessoas. Segundo o vereador, a presidente da Urbs teria afirmado durante a reunião que todos os aprovados só não seriam dispensados porque poderia acarretar em problemas jurídicos. Os funcionários – incluindo sete agentes de trânsito – vinham cumprindo os três meses de experiência. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)