Brasília – Pela quarta vez consecutiva, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central cortou a taxa básica de juros em 0,5 pontos percentuais. Com o corte, o Copom mantém a linha definida na ata de sua última reunião, há cerca de 40 dias. No texto, o Copom afirma que vai ?dar continuidade ao processo de flexibilização da política monetária?, que começou em setembro do ano passado, com o corte da taxa básica de juros.

Em setembro a taxa de Serviço de Liquidação e Custódia (Selic) foi reduzida de 19,75% ao ano para 19,5% ao ano. Desde então, a seqüência de cortes promovidas pelo Banco Central tornou a Selic de julho (14,75% ao ano) a mais baixa desde a criação do Copom, em 1996. Naquele ano, foi criado o sistema de metas da inflação e a Selic passou a ser usada como forma de controlar a alta de preços, para mantê-los dentro da meta estipulada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Para este ano, a meta é de 5% pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).