O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, disse que tem recebido "queixas pluripartidárias" sobre a atuação da Polícia Federal. O ministro destacou que essas reclamações, no entanto, servem para mostrar que as ações são conduzidas de "maneira impessoal e objetiva".

"Eu recebo algumas vezes reclamações, observações, de que a Polícia Federal estaria perseguindo determinado partido, normalmente quando a Polícia Federal faz uma operação que atinge pessoas ligadas a esse partido. Depois recebo de outros que dizem que está perseguindo um outro partido", contou ele. "Isso me dá a convicção de que nós estamos agindo de uma maneira impessoal e objetiva, porque a reclamação já veio, nesses dois anos e meio, de todos os partidos."

Ao destacar que a Polícia Federal está "trabalhando fortemente", o ministro disse que, para o julgamento na esfera penal, é importante que as investigações sejam conduzidas com impessoalidade e objetividade.

O ministro participou, nesta quarta-feira, de solenidade, no Ministério da Justiça, em que o Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual apresentou o primeiro relatório sobre suas atividades.