O Banco da Inglaterra (BOE) está elaborando planos de contingência para lidar com possíveis consequências de uma moratória soberana na zona do euro, afirmou o presidente da instituição, Mervyn King, a parlamentares do Reino Unido. King não quis dizer quais chances ele acha que existem de a Grécia não honrar suas dívidas, mas declarou que os mercados financeiros calculam essa possibilidade em cerca de 80%. “Existe preocupação suficiente no mercado com o risco de um default soberano para nós considerarmos planos de contingência”, disse.

O presidente do BOE não detalhou a questão, mas afirmou que o banco central da Inglaterra tem linhas de liquidez que pode oferecer para bancos problemáticos e que podem começar a ser usadas imediatamente, se necessário. King acrescentou que ganhar tempo para países endividados da zona do euro com socorros não é suficiente. Nações problemáticas precisam resolver seus problemas fundamentais, segundo King. As informações são da Dow Jones.