O candidato a presidente nacional do PT Ricardo Berzoini (Campo Majoritário) disse que, diante das denúncias e do testemunho do ex-gerente do restaurante Fiorella Izeílton Carvalho e do dono do estabelecimento que fica na Câmara dos Deputados, Sebastião Buani, não há alternativa à abertura de processo de cassação do mandato do presidente da Casa, Severino Cavalcanti (PP-PE).

Berzoini afirmou que a única chance de Severino é provar que Carvalho e Buani mentiram. O candidato do Campo Majoritário a presidente nacional do PT defendeu a promoção de um acordo político na Câmara para encontrar um nome de consenso e credibilidade com o objetivo de assumir o cargo.

Para Berzoini, uma nova eleição pode escolher um parlamentar "de qualquer partido", desde que seja um nome que não trabalhe "a serviço de questões partidárias". Ele falou na sede do Sindicatos dos Bancários do Rio, no centro da capital fluminense, e participa, no início da noite, de um debate entre os candidatos a presidente nacional do partido, na cidade.