O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) deverá desembolsar no ano que vem a primeira parcela do empréstimo de US$ 1 bilhão concedido ao Programa Bolsa-Família.

O gerente de Operações do BID, Ricardo Santiago, anunciou hoje (9) que os recursos serão usados não apenas para reforçar as transferências de renda às famílias pobres, mas também para aprimorar o sistema de monitoramento e avaliação do carro-chefe do governo federal na área social. “Esta (monitoramento e avaliação) é uma área em que ainda temos que trabalhar muito”, disse o gerente.

Também no ano que vem, o BID fará o primeiro desembolso de outro financiamento de US$ 1 bilhão, ao BNDES, para pequenas e médias empresas. Os dois empréstimos serão aprovados pela direção do BID em dezembro e terão desembolsos até 2007.