A diretoria do Banco Mundial (Bird) deverá aprovar amanhã (13), em Washington, a liberação de quatro empréstimos para o Brasil no valor total de US$ 1,1 bilhão para os setores financeiro, energético, educacional e do meio ambiente.

O anúncio foi feito hoje (13) pelo diretor do Bird no Brasil, Vinod Thomas, logo depois de uma reunião com o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e sinaliza para o mercado a confiança da instituição nos rumos da economia.