O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta sexta-feira (11), em comunicado, a aprovação de financiamento de R$ 345,4 milhões para Gerdau Açominas. Os recursos serão usados para ampliar a produção de aço líquido da unidade industrial de Ouro Branco (MG), dos atuais 3 milhões de toneladas anuais para 4,5 milhões de toneladas/ano, segundo o banco. "O projeto total está orçado em R$ 1,2 bilhão e prevê novas coquerias, sinterização e um novo alto-forno. O banco participará com 29% dos investimentos totais, que vão gerar 190 empregos diretos", detalhou o banco, em comunicado.

De acordo com o BNDES, o apoio do banco ao projeto da Gerdau, que entrará em produção no segundo trimestre de 2007, possibilitará o aumento significativo da capacidade de produção de aço líquido do Grupo no Brasil.

"Os novos investimentos permitirão que a produção de sínter passe dos atuais 4,4 milhões de toneladas/ano para 6,8 milhões de toneladas/ano. A produção de coque sairá de 1,2 milhão de tonelada/ano para 1,8 milhão de tonelada/ano e a produção de gusa será ampliada para 4,3 milhões de toneladas/ano, um crescimento de 1,5 milhão de tonelada/ano em relação à capacidade atual de 2,8 milhões de toneladas/ano", informa o comunicado.

Do total do financiamento aprovado pela diretoria do banco, R$ 3 4 milhões (1%) irão para projetos sociais na área de atuação da Açominas.