O diretor de Planejamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), João Carlos Ferraz, afirmou hoje que os R$ 143 bilhões financiados pelo banco de fomento em 2010 motivaram a geração de 2,245 milhões de empregos diretos no total. “Se forem incluídos os postos de trabalhos indiretos, os recursos emprestados pelo BNDES criaram 4,35 milhões de empregos no ano passado”, comentou Ferraz, em palestra na Fundação Getúlio Vargas (FGV), em São Paulo.

A concessão de financiamentos de R$ 143 bilhões não inclui os recursos repassados à Petrobras no ano passado, a fim de capitalizar a estatal para fazer frente ao seu programa de investimentos até 2014, que é de US$ 224 bilhões.