As bolsas norte-americanas abriram em queda. Os investidores continuam cautelosos em meio às preocupações globais com o mercado de crédito e crescem as expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) deverá cortar os Fed funds (juro básico) antes da próxima reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc), marcada para 18 de setembro. Circularam nesta terça-feira (21) nos mercados norte-americanos e europeus rumores de que o Fed poderá anunciar uma redução nos juros hoje. Porém, às 10h44 (de Brasília), a tendência era indefinida. O índice Dow Jones caía 0,05%. Já o S&P 500 subia 0,02% e o Nasdaq tinha alta de 0,11%.

As preocupações sobre os mercados de crédito voltaram ao foco. O Banc of America Securities cortou a nota de risco e preços-alvo de uma série de construtoras de imóveis, incluindo a Toll Brothers, Hovnanian Enterprises e Standard Pacific. A instituição afirmou que os cancelamentos dispararam depois que os fornecedores de empréstimos suspenderam seus compromissos com os compradores e que novos compradores não conseguiram se qualificar. As ações da Toll Brothers caíram 2,8% antes da abertura.

Os mercados ficarão à espera nesta terça-feira da reunião entre o presidente do Fed, Ben Bernanke, o presidente do Comitê de Bancos do Senado Christopher Dodd, e o secretário do Tesouro, Henry Paulson, para discutir a crise do mercado de crédito. As informações são da Dow Jones.