Bombeiros de Telêmaco Borba e Apucarana trabalham para apagar o fogo ainda consome uma das locomotivas do trem carregado de óleo e álcool que descarrilou na manhã a dois quilômetros de Ortigueira, no norte do estado.

As últimas informações repassadas pela assessoria do Corpo de Bombeiros são de que os soldados estão encontrando dificuldade em combater o foco de incêndio e aguardam a chegada de substância capaz de extinguir com maior eficácia as chamas. Ações de resfriamento ainda ocorrem, no sentido de evitar que a temperatura dos vagões que transportavam combustível aumente, minimizando o risco de um novo incêndio.

Não há previsão para o encerramento das atividades, uma vez que a comunicação está bastante complicada com as equipes e a substância necessária para aumentar a velocidade da extinção ainda não estava no local.

Desde o período da manhã, realizam o perigoso trabalho de combate ao incêndio que consumia, além das locomotivas, parte do combustível (álcool e óleo diesel) que vazava de alguns vagões e queimava a vegetação próxima ao local.

Todo o resumo da ocorrência contendo a quantidade de água, número de homens empregados e o desfecho com o resultado das perdas materiais e ambientais (IAP) serão divulgados, provavelmente, durante a manhã desta quarta-feira.