O governo brasileiro trabalha para "repatriar os ativos" que deixaram o país, fruto da lavagem de dinheiro, disse o ministro Márcio Thomaz Bastos. Ele deu palestra no Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) com o tema Segurança Pública e Cidadã. Após a apresentação, em resposta à manifestação dos conselheiros, o ministro afirmou que US$ 300 milhões estão bloqueados no exterior, aguardando retorno ao país.

"O Departamento de Recuperação de Ativos e a Polícia Federal estão nos Estados Unidos trabalhando pelo repatriamento dos recursos que deixaram o país em conseqüência da lavagem de dinheiro", disse o ministro, que acrescentou que o governo está negociando um acordo de cooperação jurídica internacional com as Bahamas, Luxemburgo, entre outros paraísos fiscais.

Durante a apresentação, Thomaz Bastos comentou avanços alcançados pelo país na reconstrução de instituições públicas, como o Departamento de Polícia Federal, falou das ações de combate à corrupção e da Reforma do Judiciário.

O Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) do Ministério da Justiça foi criado em dezembro de 2003.