Representantes dos governos do Brasil e da Áustria assinaram nesta segunda-feira dois protocolos de intenção para intercâmbio de conhecimentos. Os documentos foram assinados depois do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do presidente austríaco, Heinz Fischer, terem se encontrado no Palácio do Planalto.

Um dos protocolos estabelece parceria de cooperação técnica nas áreas de energias renováveis e meio ambiente, desenvolvimento rural e educacional. Os dois países se comprometem a promover o intercâmbio de técnicos e especialistas para realizar estudos, treinamentos e seminários.

O documento prevê ainda a cooperação para realização de projetos em países africanos de língua portuguesa, com o envio de profissionais brasileiros e austríacos, equipamentos e a concessão de bolsas de estudo.

O outro documento trata de uma cooperação entre as academias diplomáticas dos dois países para o intercâmbio de professores, especialistas e pesquisadores, assim como a realização de cursos e seminários em Brasília e Viena.

O documento terá vigência de três anos e poderá ser renovado.