O Brasil enfrenta a Bolívia neste sábado (13), às 22 horas (de Brasília), em Pedro Juan Caballero, em busca de uma vaga no hexagonal final do Sul-Americano Sub-20. O time dirigido por Nélson Rodrigues é o segundo colocado do Grupo A, com seis pontos, um a menos que o líder Paraguai, mas também com uma partida a menos.

A idéia do treinador brasileiro é definir o jogo o quanto antes. A estratégia adotada por Rodrigues é apertar a marcação sobre os bolivianos desde o primeiro minuto, pressionando a saída de bola do adversário. ?Ele (Nélson Rodrigues) pediu para o time marcar mais na frente. Precisamos fazer o gol logo no começo do jogo, para decidir logo?, diz o meia Willian.

A seleção terá quatro novidades. Duas no ataque e duas na defesa. Na zaga, entram Anderson e David, nas vagas de Thiago Heleno e Eliézio, suspensos. No ataque, o técnico Nélson Rodrigues finalmente escalará Alexandre Pato desde o começo. E agora o jogador do Internacional terá a companhia do colega de clube Luiz Adriano – Fabiano Oliveira e Edgar, que não vinham bem, ficam apenas como opção no banco de reservas.

Nélson Rodrigues espera aproveitar o desânimo que tomou conta da seleção boliviana após a goleada sofrida para o Chile, 4 a 0, na quinta-feira. ?Tem os dois lados. O bom é que eles podem estar com o moral baixo. Tem também o lado ruim, pois eles fazem um jogo de vida ou morte, precisam da vitória para continuar com chances no torneio?, afirmou. ?Temos que tentar fazer logo o gol para eles desistirem do jogo.

O meia Willian, revelado pelo Corinthians, e um dos coadjuvantes da seleção, acredita que o Brasil tem boas chances de conquistar os três pontos por causa do desânimo dos bolivianos. ?Temos de jogar com tudo para construirmos um bom resultado. Eles vão vir de cabeça baixa?, acredita o jogador.

Outro fator que pode ajudar o Brasil na partida deste sábado são os três dias de descanso que a equipe teve. ?Tivemos um bom tempo de descanso. Os jogadores estavam cansados também por causa da alta temperatura?, explica Nélson Rodrigues. Mas o volante Lucas espera dificuldades. ?Não é porque a Bolívia vem de um mau resultado que o jogo será fácil?, opina o capitão do Brasil.

Com apenas um ponto, a Bolívia precisa surpreender o Brasil para manter vivo o sonho de avançar à próxima fase. No outro jogo, o Chile enfrenta o lanterna Peru para se manter entre os três primeiros.