Franck Fife/AFP

Na Holanda, o técnico Bert van Marwijk considerou após a vitória de 2-1 de seus comandados sobre a Eslováquia que a efetividade de 100% no torneio e estrelas como Arjen Robben e Wesley Sneijder não garantem nada contra o pentacampeão mundial.

“O Brasil é uma equipe madura e estável. Tem até um ar de arrogância positiva de invencibilidade. Uma postura de que a seleção da Holanda sente falta”, disse.

Mas a diplomacia não esconde as intenções de ambos: no caso do Brasil, buscar seu ‘hexacampeonato’, e no da Holanda, sua tão ansiada primeira conquista.

Será a quarta vez que Brasil e Holanda se enfrentam em Copas, com dois triunfos verde-amarelos e apenas um da ‘Laranja Mecânica’.

O último foi em 1998 com um empate 1-1, pelas semifinais, com a vitória brasileira nos pênaltis por 4-2. Antes, o Brasil venceu por 3-2 em 1994 (quartas) e a Holanda conquistou a sua vitória por 2-0 em 1974 (segunda fase).

As últimas três partidas entre ambos foram amistosas, com dois empates e uma vitória brasileira (3-1, 1999).