O governo brasileiro quer utilizar produtos culturais, como programas de tvs e filmes para cinema, para mostrar a cara do país lá fora. Um convênio assinado hoje entre o Ministério da Cultura, a Agência de Promoção de Exportações do Brasil (Apex-Brasil), a Associação Brasileira de Produtores Independentes de TV e a Brazilian Cinema Promotion, responsável pelas exportações de filmes brasileiros, vai permitir o investimento de R$ 13 milhões para a promoção de produtos auiovisuais brasileiros em outro países.

“O Brasil está na moda”, disse hoje o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Furlan, na solenidade de assinatura do convênio.

Já o ministro da Cultura, Gilberto Gil, lembrou que a possibilidade de exportar produtos culturais brasileiros estará contribuindo não só para o desenvolvimento do comércio interno mas também para fortalecer a imagem positiva do Brasil no exterior. “Trará o fortalecimento do turismo através da divulgação de novos destinos turísticos, além de dólares e euros”, destacou Gil.