A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) repudiou com “veemência”, em nota, o ataque a uma equipe de reportagem da TV Record, na noite dessa terça-feira, 18, durante manifestações no centro de São Paulo. Um caminhão de captação de imagens da emissora foi incendiado. Segundo a Record, todos os profissionais escaparam ilesos.

“Atos de extrema violência como este, que buscam intimidar o trabalho da imprensa, configuram grave atentado ao livre exercício do jornalismo e devem ser rechaçados em respeito ao direito à livre informação e à própria democracia”, diz a nota assinada pelo presidente da Abert, Daniel Pimenta Slaviero.