Salvador

– Um dos telefones do jornal “Correio da Bahia”, de propriedade de familiares do senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), estava sendo grampeado em março. A descoberta foi feita no dia 18 do mês passado por um técnico da empresa Telemar, Josimar Dias França, durante uma inspeção de rotina em um armário de distribuição de linhas telefônicas situado numa rua próxima ao jornal.

O técnico, acompanhado do advogado da Telemar, Antônio Jorge Beltrão, comunicou o fato à 11.ª Delegacia de Polícia de Salvador, que abriu inquérito para investigar o caso. Somente ontem a notícia veio a público. No dia seguinte à descoberta, o advogado do jornal, Marcelo Coelho dos Santos Barreto, requisitou apuração também pela Superintendência da Polícia Federal na Bahia, que já investiga as denúncias de escutas telefônicas clandestinas feitas pela Secretaria de Segurança Pública do Estado em telefones de políticos, advogados e juízes, supostamente a mando de ACM.