São Paulo – O advogado Mário Sérgio Mungioli foi condenado ontem a 7 anos e seis meses de reclusão por formação de quadrilha. Mungioli advogava para Marcos Willian Camacho, o Marcola, e Júlio César Guedes de Morais, o Julinho Carambola, líderes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC).