O Comando da Aeronáutica informou que vai cumprir a determinação da Justiça Federal e que está preparando toda a documentação para ser entregue à Polícia Federal sobre o tráfego aéreo registrado no Cindacta-1, em Brasília, e nos aeroportos de Cumbica, em Guarulhos, e Congonhas, em São Paulo.

Os mandados de busca e apreensão dos documentos foram expedidos pela juíza Maria Isabel do Prado, da 2ª Vara Federal de Guarulhos. A operação, segundo o Ministério Público, é para avaliar o registro de ocorrências que contenham informações sobre falhas no controle de tráfego aéreo.