No primeiro boletim divulgado neste sábado (22), às 11 horas, a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) informa que dos 694 vôos programados até agora, em todo o país, 104 foram cancelados (15% do total), enquanto 19 deles (2,7%) estavam atrasados, sendo considerados nessa categoria os vôos com mais de uma hora de atraso.

O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, foi o que registrou o maior número de cancelamentos, 26 vôos (37,1%), dentre os 70 programados, mas sem qualquer registro de atrasos.

O aeroporto de Porto Alegre registrou sete cancelamentos (29,2%) e um atraso (4,2%) em 24 vôos e, em seguida, o aeroporto de Curitiba, com cinco cancelamentos (20,8%) e um atraso (4,2%) também em 24 vôos.