Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva retomou ontem, em solenidade em comemoração ao Dia do Diplomata, no Palácio do Itamaraty, as críticas à política externa brasileira de governos anteriores. Em discurso, Lula afirmou que a partir do seu governo o País passou a ter respeitabilidade no exterior, destacando avanços nas negociações com países do Oriente Médio, da África e da América do Sul. Ao ministro Celso Amorim, o presidente fez elogios. Disse que ele não é apenas um diplomata ou um ministro, mas “o ministro”.