Foto: Marcelo Botelho

Alckmin no Rio: negando privatizações se eleito.

Na primeira visita de campanha ao Rio no segundo turno, o candidato da coligação Por um Brasil Decente (PSDB / PFL) à Presidência, Geraldo Alckmin (PSDB), fez ontem uma caminhada de uma hora no calçadão de Bangu, na zona oeste, ao lado do prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL). Maia classificara de ?beijo da morte? a aliança com Anthony Garotinho (PMDB). Na ocasião, o prefeito disse que Alckmin perdia o discurso da ética com o apoio de Garotinho e da mulher dele, a governadora Rosinha Garotinho (PMDB), e anunciou que abandonaria a campanha tucana no Estado.

Ao comentar as acusações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que ele pretende privatizar empresas estatais, a exemplo do antecessor Fernando Henrique Cardoso, Alckmin afirmou que a ?única coisa que realmente vai acabar? no país, caso ele seja eleito, é a ?mentirobras?. ?Eu não pretendo privatizar os Correios, nem Petrobras, nem Banco do Brasil nem Caixa Econômica Federal. Na realidade, o que vemos são ministros se transformando em boateiros e o presidente da República falando mentira?, disse o tucano, após caminhada, que terminou sob gritos de eleitores petistas: ?Lula, Lula!..?. A reação de cabos eleitorais tucanos não foi suficiente para abafar a manifestação ?O prefeito é bem recebido, mas aqui a maioria é Lula?, disse Ivanildo Augusto Lemos, de 34 anos, que trabalha há 15 anos no camelódromo do bairro.

Mais assediado que Alckmin, o prefeito disse que Garotinho é ?assunto do PSDB nacional, que está superado?. No entanto, a caminhada não teve a participação da candidata apoiada pelo tucano ao governo do Estado, a juíza aposentada Denise Frossard (PPS), que também reagiu duramente ao apoio do casal Garotinho. Sobre a inauguração de comitês a favor de sua candidatura pelo ex-governador na Baixada Fluminense, Alckmin repetiu que ?todo o apoio é bem-vindo? e disse ficar ?grato com a confiança?. Ele também tentou minimizar a ausência da candidata ao governo que apóia: ?A minha candidata se chama Denise Frossard.? Para complicar, o candidato derrotado do partido ao governo, Eduardo Paes, apóia Sérgio Cabral Filho (PMDB), que pede votos para Lula.