O vice-presidente da República, José Alencar, está reagindo bem ao tratamento de quimioterapia contra um câncer no abdômen, iniciado ontem no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Boletim médico divulgado nesta sexta-feira (25) informa que o vice-presidente "segue internado, em tratamento quimioterápico, sem intercorrências". Alencar enfrenta um câncer na região abdominal que já o levou seis vezes à mesa de cirurgia. Ontem ele se internou para receber a segunda sessão de quimioterapia. A primeira foi realizada entre os dias 3 e 6 de janeiro.

De acordo com a assessoria do vice-presidente, a boa recuperação do quadro infeccioso, detectado na segunda semana do mês e que o fez permanecer internado por uma semana até o último sábado, permitiu o cumprimento do tratamento planejado pelos médicos. Os sinais vitais, como temperatura, oxigênio e pressão, estão estáveis, segundo sua assessoria. Alencar jantou ontem em seu quarto, acompanhado de sua esposa, Mariza, e de Adriano Silva, seu assessor. Pediu duas porções de filé e duas de arroz. Nesta manhã, o vice-presidente recebeu algumas ligações e fez alguns despachos.