Doze alunos e um funcionário de uma escola de Jarinu, no interior de São Paulo, passaram mal ontem, depois de terem inalado fumaça expelida por uma indústria química da região. Segundo a Defesa Civil municipal, o acidente aconteceu devido ao deslocamento de uma tubulação. O vazamento foi controlado pela empresa, mas o vapor se espalhou.

Os alunos e o funcionários tiveram tontura, vômito e tosse. Todos foram levados para o hospital da cidade, onde foram medicados e ficaram em observação por 24 horas. A Defesa Civil afirmou que não houve dano ambiental e que a causa do acidente será investigada.